terça-feira, 27 de outubro de 2009

O Culto da mediocridade...

Mata-se na minha Praia!...
Assalta-se em S. Vicente!...
Donde veio essa laia,
que mistura-se com a gente?


Banaliza-se a violência.
Quer-se riqueza fácil!
Desvaloriza-se a Excelência!
Ignora-se o ser táctil...


O culto da mediocridade
Mescla-se com cada ser
Os valores na nossa Sociedade
Divertem-se a inverter

Descemos ao fundo do poço!
E encontramos um alçapão.
Pensamos como alho choço,
de tanto viagra para tesão.

Os bandidos usam cruz
E com cruzes vemos bandidos.
Se não aparecer uma luz,
No escuro estaremos perdidos.

Cada um, é o que ostenta,
E não o que é...
e se não o aparenta,
não é o que é.

Onde vamos nós?
Descalabro sem fim!?
Vamos, ergue a tua voz
E junta-te a mim...

Aponta o dedo...
se puderes denuncia.
Não tenhas medo ...
de te dirigires à Polícia.

Trata o bandido como tal,
Não de maneira diferente
Não ajas normal,
Com esse tipo de gente.

Bandido é na cadeia
Com gravata ou não,
Essa é a minha ideia
Concordas ou não...?